Audiência Pública debate projeto de agricultura urbana em Osasco

 

A Câmara Municipal de Osasco realizou na última sexta-feira (23), audiência pública para discutir agricultura urbana em Osasco. A audiência foi solicitada pelo vereador Ricardo Silva (PRB), com o objetivo de debater o Programa de Horta Urbana, que visa estimular a agricultura urbana no município.

O vereador Ricardo Silva, explicou que a ação é importante considerando os trabalhos nesse segmento que já vem sendo realizado pela secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), “os produtos gerados pela horta comunitária abastecem as famílias de seus produtores e, também são comercializados gerando renda”, disse Silva.

Para a estruturação da rede das hortas comunitárias do Programa Horta Urbana, o vereador Ricardo Silva (PRB), também destinou emenda parlamentar de R$ 75 mil para a aquisição de equipamentos e ferramentas. “Os trabalhos da agricultura urbana atua implementando a valorização das culturas locais e empoderamento comunitários”, destacou o vereador.

Já a  Coordenadora da Agricultura Urbana, Judite Silva de Costa, ressaltou a importância do Programa de Economia Solidária, que segundo ela, tem o “objetivo de gerar trabalho e renda de forma coletiva utilizando espaços públicos e privados melhorando a vida das pessoas em situação de vulnerabilidade social e excluídas do mercado formal, sob os princípios da economia solidária, agroecologia, segurança alimentar e preservação do meio ambiente”.

A audiência contou com a presença e participação dos vereadores: Antônio Aparecido Toniolo (presidindo os trabalhos da mesa); do secretário adjunto Marcos Arruda; Diretor do Departamento de Desenvolvimento e Economia Solidária, José Roberto Ramos; representante da empresa Trasix Soluções Ambientais, Felipe Craed; Diretora Técnica e de Educação da Secretaria de Meio Ambiente Amanda França ; secretário de Meio Ambiente Marcelo Silva. Veja mais imagens a seguir.

 

         

 

Ascom – Vereador Ricardo Silva



 

 

0 comentários

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *