Artigos

Vereador Ricardo Silva da Câmara de Osasco

Ricardo Silva quer fotos de cães e gatos para adoção no site da prefeitura

Ricardo Silva propõe divulgação de fotos de animais para adoção no site da Prefeitura

O vereador Ricardo Silva (PRB), entrou com projeto de lei 14/2017 solicitando a divulgação de fotos de cães e gatos para adoção no site da prefeitura. Segundo o vereador, a intenção é de que exista fotos e informações voltadas aos animais perdidos ou em condições de abandono para adoção e orientações do Núcleo de Controle de Zoonose do município de Osasco.

Ricardo Silva destaca que o principal objetivo do projeto é “reduzir o número de animais desabrigados e as questões de doenças que podem ser causadas através de problemas de saúde animal”, destacou.

O projeto foi aprovado pela Câmara de Osasco, no entanto a prefeitura não sancionou o mesmo, e recentemente o prefeito Rogério Lins anunciou através do Facebook, que ainda este mês fará a divulgação dessas informações no site da prefeitura. Para o vereador, “essa é uma conquista para todos os que lutam pelo bem-estar animal da nossa cidade”, justificou.

 

 

Vereador Ricardo Silva da Câmara de Osasco

Fundo Municipal do Bem-Estar Animal é aprovado na Câmara

Vereador Ricardo Silva da Câmara de OsascoFoi aprovado na 29ª sessão ordinária da Câmara de vereadores de Osasco, o projeto de lei nº 13/2017, que dispõe sobre a criação do conselho Municipal do Bem-Estar do Animal e o Fundo Municipal do Bem-Estar Animal.

O Fundo Municipal do Bem-Estar Animal tem o objetivo de complementar financeiramente as ações voltadas para a causa animal. Já o conselho irá fiscalizar as principais ações de proteção e amparo a vida dos animais no município. Segundo o vereador, “com a força que o conselho proporcionará, a causa animal terá mais representatividade no município para implementação de programas que combatam maus tratos, o abandono, promoção do bem-estar, incentivem a adoção consciente e previna demais problemas ligados a saúde pública”, explicou Ricardo Silva.

Após aprovação na Câmara, o projeto segue para aprovação/sansão do executivo.